Glossário da Moda | Abrasileirando algumas expressões estrangeiras

Eu sempre me perguntei “se existe uma palavra correspondente em português, por que cargas d’água ainda inventam de colocar tantos termos em inglês nos textos de moda que são feitos para consumo do público brasileiro?”. Não sei se vocês pensam assim, mas eu acredito que para a moda se tornar democrática, a informação deve ser, primeiramente, acessível a todos. E se você faz um texto praticamente bilíngue, você já tira da brincadeira grande parte da população brasileira.

Sendo assim, decidi trazer para o post de hoje uma seleção de termos em inglês, assim como seus significados e palavras correspondentes em português. Bora abraçar nossa língua-mãe e deixar nosso vocabulário mais abrasileirado?

AVANT-GARDE

Esse termo é utilizado para definir os estilistas que estão à frente do seu tempo e que revolucionaram de algum forma o mundo da moda. 

#tente: vanguardista, inovador ou revolucionário. 
#exemplos: Stella McCartney, Alexander McQueen, Jean-Paul Gaultier e Coco Chanel são alguns exemplos de criadores que fizeram grandes contribuições para o universo da moda. Ou seja, são designers avant-garde.

 

CLEAN

“Sinônimo estrangeiro” do termo ‘minimalista’. É usado geralmente para classificar um estilo ou um look elegante que não possua muita informação. Além disso, é um termo comum tanto no universo da moda quanto no da Consultoria de Imagem.

#tente: minimalista ou discreto & elegante. 
#exemplo: macacão branco de alfaiataria + acessórios discretos + scarpin nude.

COMFY

Looks ou peças comfy são aqueles que aliam estilo e conforto. 

#tente: confortável & estiloso. 
#exemplo: roupas dos nichos homewear e loungewear se encaixam nessa definição.

 

OVER

É um termo camaleão, usado geralmente para definir peças, estilos ou looks com muita informação conflitante, espalhafatosos ou desatualizados. Já usei esse termo, mas optei por não usar mais. Acredito que moda é pessoal (e plural), as escolhas que faço e o que gosto dizem respeito apenas ao meu estilo, ou seja, não posso ditar isso como regra. 

#tente: brega, cafona ou fora de moda. 
#exemplo: esse vai ficar em aberto, ok?

ON-TREND

Algo da última moda, exclusivo ou recém-lançado. 

#tente: na moda, tendência, atual, em alta ou moderno. 
#exemplo: sandálias de bico quadrado, blusas com mangas volumosas.

HYPE

Uma peça ou um produto ‘hypado’ é algo que possui muita publicidade, expectativa e furor em cima. Em outras palavras, é aquilo que tá ‘dando o que falar’ e que muita gente tem comprado.   

#tente: superestimado ou sobrevalorizado. 
#exemplo: daddy sneakers quando foram lançados. 

IT

Se tem it na frente, ou é uma peça-desejo ou é (geralmente) uma mulher referência na área da moda, muito querida pelas maisons de luxo e que inspira muitas meninas ao redor do mundo. 

#tente: peça/item-desejo, se o termo ‘it’ for referência a um objeto, como uma bolsa, por exemplo. Caso esse termo se refira à uma pessoa, fale só que ‘fulana de tal’ é referência na área, ou reconhecida, ou famosa. Esse ‘it’ é só enfeite, não faz diferença nenhuma se for deixado de lado.
#exemplo: a Chanel Boy ou a Balenciaga City são it-bags, já Alexa Chung, Miroslava Duma e Chiara Ferragni são it-girls. 

 

PEÇAS STATEMENT

São itens que incorporam tendências, chamam muita atenção e que são utilizados como o foco da sua composição de look. 

#tente: Peças chamativas, peças-tendência ou peças com muita informação de moda. 
#exemplo: maxi-colar de correntes, camiseta muscle-tee, calça slouchy. 

E aí, meninas, gostaram da postagem de hoje? Deixem aí nos comentários quais outras expressões vocês acham que precisam ser abrasileiradas pra ontem. Quem sabe não rola uma segunda parte dessa matéria?


Curtiu o conteúdo e quer ver mais? Então clique aqui e confira tudo o que já escrevemos no blog até hoje!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *