Moda sustentável: como as suas escolhas de moda afetam o meio ambiente

Você já parou para pensar no impacto ecológico e social daquilo que consome?

Até há quem questione, mas especialistas na área de pesquisa e meio ambiente comprovam que o nosso planeta já não suporta mais os nossos padrões de consumo.

Obviamente, é impossível existir sem comprar: desde o pão nosso de cada dia, até roupas, sapatos, acessórios. Então como fazer para alinhar a forma como a gente compra, com a nossa preocupação com um desenvolvimento sustentável?

Pense na origem daquilo que compra

O primeiro passo é compreender o impacto de cada compra no meio ambiente: a cadeia produtiva da moda exige muito da agricultura, para produzir algodão e linho, da mineração, para extração de ferro e minerais, da pecuária para fornecer lã e couro e por aí vai.

Sem contar com a rede de trabalhadores envolvidos com aquela peça. Você já parou para se perguntar quem produz as peças que você consome e quais as condições de trabalho as quais elas se submetem?

São assuntos complexos, mas que precisam ser abordados se pretendemos construir, juntos, um mundo melhor. Claro que sozinhos não somos capazes de transformar um Universo inteiro, mas ao fazermos nossa parte, a gente consegue mudar sim um pouquinho da realidade.

Por isso, é fundamental questionar e compreender que por trás daquela simples blusinha há um cosmos inteiro que merece atenção. É como diz o ditado: “não existe almoço grátis”, se determinada peça está muito barata, há alguém nessa cadeia pagando o preço.

Como, de fato, fazer a diferença?

A resposta não é tão simples e passa por uma infinidade de fatores (inclusive sobre quais produtos se fala). Porém, dentro do universo “fashionista” com certeza perpassa pela escolha das peças certas: duráveis, versáteis e adequadas ao seu estilo.

Isso não significa deixar de comprar, mas comprar com sabedoria, consciência ambiental e humanidade.

A Fashion Revolution é um movimento em prol de um consumo de moda mais ético, sustentável e consciente. Em seu Instagram existe uma variedade de informações e reflexões que auxiliam nas boas escolhas.

Algumas dicas práticas:

Quando for as compras, opte por peças que já ornem com as demais no seu guarda-roupas, possibilitando uma variedade maior de looks e que poderão ser reutilizadas várias vezes, afinal, roupa não é descartável e foi-se o tempo em que era chique não repetir peças. O elegante mesmo é usar a criatividade para reaproveitar ao máximo o que se tem.

Outra dica é evitar peças muito dentro da moda vigente se esse não for seu estilo, isto é, quando vir uma nova coleção ou tendência, antes de simplesmente aderir, reflita se de fato aquela peça vai ser usada. Muitas vezes compramos peças por acharmos lindas, mas elas não se encaixam na nossa personalidade e looks.

Por isso a consultoria de moda pode (e deve) se considerada: você terá acesso à uma profissional dedicada a te ajudar a encontrar o seu estilo e investir em peças que sejam a sua cara e que te possibilitarão uma infinidade de composições.

Uma última dica muito importante é: cuide das suas peças. Considere cada item comprado um investimento que deve ser durável e inteligente. Portanto, tenha cuidado com as lavagens, secagem e armazenamento das peças para que elas permaneçam por muito tempo no seu closet.

São dicas simples e que podem ser incorporadas no seu dia a dia e que certamente reduzirão o impacto ambiental e ajudarão na construção de um meio ambiente equilibrado.

One thought on “Moda sustentável: como as suas escolhas de moda afetam o meio ambiente

  1. Ana Paula says:

    Boa noite! Eu tenho tentado adotar compras mais conscientes e interessantes do ponto de vista socioambiental (sem bichos, produção local e com materiais sustentáveis e ecológicos). Vcs teriam peças que se encaixam nesses parâmetros? Muito obrigada 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *