legalmente loira

Legalmente loira completa 20 anos e deixa 5 dicas para você!

Há 20 anos e um dia, Elle Woods passava em direito em Harvard depois de ter levado um fora de Warner. E como eu adoro filminhos de mulheres que usam uma experiência amorosa traumática para subir na vida, eu não poderia deixar o 20º aniversário de Legalmente Loira passar batido.

OBSERVAÇÃO: Essa postagem contém White People Problems. Sei que usar a Elle como figura de superação é barra, mas encarem isso como uma brincadeira em comemoração aos 20 anos de um filme que fez parte da adolescência de muitas meninas, ok?

Portanto acalma a militante que tem dentro de você, coloque seu tamanquinho de pompom e venha ver 5 coisas que Elle Woods ensinou para toda uma geração de garotas. Bora lá?

USE AS DECEPÇÕES DA VIDA COMO COMBUSTÍVEL

Depois de ter o coração quebrado por Warner, Elle estuda como se não houvesse amanhã, passa no vestibular de direito de Harvard, consegue um estágio que só os melhores da turma conseguiriam, finaliza a faculdade com honras e com emprego garantido.

Ela também acaba arranjando um boy que a ama de verdade, mas isso é o de menos.

Warner, por outro lado, termina ferrado, sem honras, sem emprego e sem namorada.

AME SEU CACHORRO INCONDICIONALMENTE

Ame seu doguinho e cuide dele como a Elle ama o Bruiser. Simples assim!

NÃO TOLERE ASSÉDIO EM SEU AMBIENTE DE TRABALHO

Não importa o quão ‘importante’ uma pessoa seja, respeito é um direito e ninguém pode te negar isso.

Aprenda com ela, Andy.

NÃO TENHA VERGONHA DE SER QUEM VOCÊ É

Embora seja riquíssima e tenha uma beleza dentro de todos os padrões, Elle é atingida por uma chuva de deboches e críticas de seus colegas de classe. Eles, que se acham intelectuais e superiores, enxergam Elle como a personificação de tudo o que mais abominam no ambiente acadêmico: uma pessoa fútil, alienada e sem conteúdo.

Elle, no início, fica magoada, mas passa por cima de todos com muito estudo e sem nenhum pingo a menos de rosa.

É isso, amadinhas da geração Y. Botem a pipoca no micro, peguem um refri geladinho e bora relembrar esse clássico da nossa adolescência!


Curtiu e quer ler mais? Então clique aqui e confira outros textos que eu já escrevi aqui no Blog da Fix!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *