Organização de mala sem dor de cabeça, isso é possível?

Não sei se vocês sentem o mesmo, mas planejar mala é uma coisa que me tira do sério a ponto de me fazer questionar o motivo da minha viagem, rs. Só que tem um jeitinho de transformar esse momento em algo menos maçante, e é isso que você verá na postagem de hoje.

Resumidamente, eu elaborei uma lista de dicas que te ajudarão a se planejar com assertividade e com o mínimo possível de estresse. Contudo, não deixe para colocar esse miniguia em prática na última hora. Embora esse passo-a-passo seja muito eficiente, ele é incapaz de fazer milagres, certo?

1. Escolha uma mala eficiente

Se você ainda não possui uma mala, vale atentar-se em algumas dicas antes de comprar uma (ainda mais se você estiver disposta a fazer um investimento nesse item). Olha só os pontos principais que devem ser observados:

Material: malas rígidas geralmente são mais resistentes que as outras (e mais caras também). Essa é a opção mais segura se você for despachar suas bagagens, já que em caso de queda a probabilidade dela proteger os seus pertences é bem grande. No entanto, se sua bagagem for no compartimento de mão, não é necessário investir em um modelo rígido e mais caro, já que nesse caso você mesma pegará, guardará e acomodará sua bagagem.

Dimensões: se atente nas dimensões aceitas por cada companhia aérea, caso contrário, você terá que despachar sua mala e arcar com mais uma despesa.

Rodas: conduzir uma mala com rodinhas 360º é muito mais prático e menos cansativo.

Pega extensível: prefira uma mala com uma pega confortável, ajustável e resistente.

Tudo começa por aqui, a escolha da mala ideal.

2. Tenha uma checklist na mão

O planejamento dos itens que serão levados é essencial e indispensável. Entretanto, eu aconselho a fazer primeiro a lista dos locais que você pretende visitar durante sua viagem. Dessa forma, você “enxergará” com mais facilidade quais peças realmente serão necessárias durante seus passeios.

Fez a lista de passeios? Dê uma olhada marota na previsão do tempo do seu destino e comece a planejar quantas e quais peças levar a partir daí.

Item essencial. A check list vai te ajudar a não deixar nada para trás.

Lembre-se apenas de otimizar suas escolhas para não levar um mundo de roupas. Olha só algumas dicas essenciais que vão deixar sua mala ainda mais compacta e funcional:

  1. Prefira roupas neutras;
  2. Opte por tecidos que não se amassam com facilidade;
  3. Cada peça de baixo que você levar deve combinar com 3 blusas;
  4. Cada blusa que você levar deve combinar com 2 partes de baixo;
  5. Pense sempre em 2 opções de composição para cada dia de viagem;
  6. Leve 2 composições sobressalentes, caso haja um imprevisto;
  7. Roupa íntima nunca é demais;
  8. Evite levar apenas uma peça de cada categoria (isso é relativo e vai depender do seu destino e de quantos dias você vai ficar lá)

Caso tenha muitas dúvidas, confira aqui como planejar uma mala-cápsula.

3. Como acomodar meus pertences?

  • Sapatos devem ser levados dentro de sacolas plásticas e colocados na parte inferior da mala, pois são peças rígidas que aguentam mais peso que as outras.
  • Deixe as combinações de roupas que você fez sempre juntas;
  • Faça menos dobras possíveis nas suas roupas;
  • Roupas mais pesadas devem ser colocadas na parte de baixo, já as mais leves na parte de cima;
  • Use calcinhas e meias para tampar os buracos existentes dentro da mala (deixe essas peças por último);
  • Leve dinheiro, cartões e documentos sempre junto de você (doleira, bolso da jaqueta, etc);
  • Produtos de higiene pessoal, cremes e perfumes devem ser levados dentro de uma necessaire e colocados na parte superior da mala, dessa forma nada fará pressão sobre eles.
Nada de jogar tudo aleatoriamente dentro da mala, é necessário planejar o local de cada item

4. Mala de mão, bolsa grande ou mochila, suas melhores amiga.

Espere sempre o melhor da sua viagem, mas se prepare para o pior. Já ouvi casos de pessoas que tiveram a mala extraviada e só receberam a bagagem 1 ou 2 dias após já terem chegado em seu destino. E conhecendo a logística “diferenciada” das companhias aéreas, você sabe que isso é bem possível, não é?

E agora, quem poderá te salvar?

Por isso, use sua mala de mão, bolsa grande ou mochila como mala reserva e leve nela um kit sobrevivência com calcinhas, sutiã, duas composições completas de look, um pijama e itens básicos de higiene pessoal.

5. Checagem final

Sem essa etapa, todo o seu planejamento pode ir por ralo abaixo. Por isso, antes de fechar a mala faça a checagem de tudo com o auxílio da sua lista e não se esqueça da pesagem final. Se precisar retirar algo, abra mão de itens que você poderá comprar quando chegar no destino final da sua viagem, como shampoos, hidratantes corporais e coisas assim.

Última e mais importante etapa.

Vocês conseguem perceber que ao transformarmos essa grande etapa de ‘planejamento de mala’ em processos menores fica mais fácil dar conta do recado? Pois bem, faça bom aproveito dessas dicas, coloque todas em prática e não se esqueça de voltar aqui para me dar um feedback, certo?


Gostou e quer ver mais dicas assim? Então clique aqui e não se esqueça de nos seguir lá no Insta da Fix para mais novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *