Como usar colete, kimono e blazer? | Descubra o poder da terceira peça pt. 1


Dicas de leituras similares (Você vai gostar também!)
+ Como usar calça jogger? Pt.1
+ Como usar calça jogger? Pt.2
+ Como usar chemise? Pt.1
+ Como usar chemise? Pt.2


Quanto mais camadas um look tiver, mais interessante e original ele ficará.

Vocês já leram isso por aqui diversas vezes, não? 

Só que o poder da terceira peça ultrapassa o campo do estilo: além de deixar a composição mais interessante, ela multiplica as possibilidades do seu guarda-roupas e deixa a sua montagem de looks muito mais rápida e certeira.

No entanto, é necessário prestar atenção nos modelos de sobreposições disponíveis no mercado, pois dependendo das linhas e das cores, uns se adequarão à ocasiões informais, enquanto outros serão perfeitos para looks corporativos.

E como adequar a terceira peça à uma determinada ocasião?

Relaxa que eu te explico agora:

AS MENSAGENS DAS LINHAS

As linhas das roupas podem ser curvadas ou retas e são encontradas principalmente em sua modelagem, recortes e decotes.

Quanto mais linhas retas uma roupa tiver, mais seriedade e distanciamento ela passará. Itens de alfaiataria, por exemplo, possuem esse elemento em abundância em sua modelagem. Sendo assim, essas peças tendem a deixar qualquer look mais formal e são muito usadas em looks de trabalho ou quando se quer transmitir as mensagens de credibilidade e profissionalismo.

Já as linhas curvas vão para o caminho inverso, transmitindo mensagens de informalidade, casualidade e acolhimento. É importante lembrar que esses elementos nem sempre estarão presentes nas roupas de forma caricata ou literal. Aliás, na maioria das vezes as linhas aparecerão incorporadas, e isso vale tanto paras as retas como para as curvadas, viu?

Pegando essa última como exemplo, você poderá encontrá-la nos babados, num detalhe godê, num tecido fluido, nas estampas, em uma manga bufante, em um decote redondo e assim vai.

AS PROPRIEDADES DAS CORES

Profundidade, intensidade e temperatura às vezes dizem mais que o significado da cor em si.

Sabendo disso, bora lá então.

Quanto a profundidade, quando mais escura for a cor, mais formalidade, força e autoridade ela passará. Já as claras são mais acessíveis, leves e casuais.

Sobre a intensidade, quanto mais vibrante e brilhante for um tom, mais ousadia, informalidade e energia ele transmitirá. Enquanto isso, as cores suaves e opacas transmitem sofisticação, maturidade e acolhimento.

Por último temos a temperatura, a propriedade que divide as cores entre frias – que são equilibradas e refinadas e quentes – que são dinâmicas e descontraídas.

AS MENSAGENS DAS ESTAMPAS

Outro ponto super importante na hora da escolha. Só que eu não aprofundarei nesse tópico por aqui, pois eu já fiz uma postagem bem completa com as mensagens transmitidas pelas principais padronagens disponíveis no mercado que você pode conferir aqui e aqui.

Agora que você já sabe sobre as particularidades de cada elemento que compõe uma peça, a escolha da sobreposição ideal para você ou para a sua ocasião ficará muito mais fácil, não?

Teoria dada, é hora de nos acabarmos nos compilados de inspirações!

Animadas pra ver minha seleção? Então clique aqui que a segunda parte dessa postagem já está disponível!

2 thoughts on “Como usar colete, kimono e blazer? | Descubra o poder da terceira peça pt. 1

  1. Pingback: Como usar saia longa? pt.1 - Fixbitt

  2. Pingback: Como usar coturno Pt. 3 - Equilibrando ou Enfatizando mensagens - Fixbitt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *